O crescente número de empresas com Centro de Serviços Compartilhados (CSCs) no Brasil vem permitindo a criação de grupos de discussão com foco na troca de experiências e boas práticas no mercado de CSC. Como os processos de backoffice representam a maior parte do escopo dos centros, é possível que empresas que atuam em diferentes segmentos de mercado possam trocar informações e dicas de melhorias umas com as outras.

Quando os executivos dessas empresas se encontram nos grupos de discussão ou nos eventos sobre o tema, alguns assuntos como Melhoria Contínua, Governança, Retenção de Pessoas e utilização de Business Process Outsourcing (BPO) costumam ser bastante comentados e questionados.

A utilização de BPO foi um dos temas abordados em um recente encontro de um dos grupos de discussão sobre CSC no Brasil, o Grupo de Estudos em Serviços Compartilhados (GESC). Entretanto, antes de mencionar o que as empresas deste Grupo pensam sobre o assunto, é importante conhecer o conceito do Outsourcing.

Outsourcing é o uso estratégico de recursos externos para a realização de atividades tradicionalmente realizadas pelos recursos e equipes internos. Trata-se da contratação de recursos externos para a realização de atividades especializadas dentro de um processo.